Portuguese
Spanish
Portuguese Spanish

PISO AQUECIDO
ELÉTRICO

PISO AQUECIDO ELÉTRICO

O Piso aquecido ou piso radiante é o sistema
mais moderno e econômico do mercado, em
se tratando de calefação de ambientes.
Os princípios de funcionamento desse sistema
tão peculiar são os responsáveis por tamanha
eficiência e eficácia.

Vamos conhecer um pouco mais sobre eles.

Aquecimento ideal

Segundo o artigo de B.W. Olesen “Radiant floor
heating in theory and practice”, o aquecimento
de pisos tem o perfil de ascensão de calor
mais próximo do modelo ideal.

O modelo ideal de aquecimento para
calefação de ambientes considera que, como
a região do corpo que mais necessita de calor
é a região inferior (pernas e pés), o calor deve
de baixo para cima reduzir sua temperatura
gradativamente.

PISO AQUECIDO DE AMBIENTES ELÉTRICO

O Piso aquecido ou piso radiante é o sistema
mais moderno e econômico do mercado, em
se tratando de calefação de ambientes.
Os princípios de funcionamento desse sistema
tão peculiar são os responsáveis por tamanha
eficiência e eficácia.

Vamos conhecer um pouco mais sobre eles.

Aquecimento ideal

Segundo o artigo de B.W. Olesen “Radiant floor
heating in theory and practice”, o aquecimento
de pisos tem o perfil de ascensão de calor
mais próximo do modelo ideal.

O modelo ideal de aquecimento para
calefação de ambientes considera que, como
a região do corpo que mais necessita de calor
é a região inferior (pernas e pés), o calor deve
de baixo para cima reduzir sua temperatura
gradativamente.

Baixo Consumo

Os Pisos aquecidos, se instalados
adequadamente, são os sistema de
calefação mais econômicos do mundo. Isso
vale tanto para sistemas de água quente
(hidrônicos), quanto para os sistemas e
resistências de aquecimento (elétricos).

Os motivos principais para tal economia
são o fato de não exigir uma temperatura
tão alta para entregar o mesmo efeito
de conforto, além da convecção natural.
Quando o piso aquecido aquece o ar,
esse ar aquecido sobe em direção ao teto
naturalmente, já que o ar quente é mais
leve que o ar frio.

No caso de um ar condicionado, por
exemplo, a ventilação precisa ser forçada
para baixo.

Segurança

Dos termostatos aos tipos de piso
aquecido, todos os sistemas de calefação
Vesta possibilitam ao usuário máximo
conforto em eficiência, sem deixar de lado
a segurança.
Termostatos com classe de segurança IP,
sistemas de piso aquecido elétrico com
classe IP e certificados na IEC 60800 e
sistemas de piso aquecido hidrônico com
máxima robustez.

Baixo Consumo

Os Pisos aquecidos, se instalados
adequadamente, são os sistema de
calefação mais econômicos do mundo. Isso
vale tanto para sistemas de água quente
(hidrônicos), quanto para os sistemas e
resistências de aquecimento (elétricos).

Os motivos principais para tal economia
são o fato de não exigir uma temperatura
tão alta para entregar o mesmo efeito
de conforto, além da convecção natural.
Quando o piso aquecido aquece o ar,
esse ar aquecido sobe em direção ao teto
naturalmente, já que o ar quente é mais
leve que o ar frio.

No caso de um ar condicionado, por
exemplo, a ventilação precisa ser forçada
para baixo.

Segurança

Dos termostatos aos tipos de piso
aquecido, todos os sistemas de calefação
Vesta possibilitam ao usuário máximo
conforto em eficiência, sem deixar de lado
a segurança.
Termostatos com classe de segurança IP,
sistemas de piso aquecido elétrico com
classe IP e certificados na IEC 60800 e
sistemas de piso aquecido hidrônico com
máxima robustez.

Cabos calefatores

Compatíveis com todos os pisos e
revestimentos do mercado. Os cabos
calefatores são instalados acima do
contrapiso. Ideais tanto para reformas,
quanto para obras novas.

Manta para laminados

Compatível com pisos com característica
flutuante (que não são fixados na base).
A manta para laminados é uma excelente
opção para quem quer menos sujeira na
obra.

Cabos calefatores

Compatíveis com todos os pisos e
revestimentos do mercado. Os cabos
calefatores são instalados acima do
contrapiso. Ideais tanto para reformas,
quanto para obras novas.

Manta para laminados

Compatível com pisos com característica
flutuante (que não são fixados na base).
A manta para laminados é uma excelente
opção para quem quer menos sujeira na
obra.

Qual o consumo de energia do Piso Aquecido

Piso aquecido consumo de energia na
mesma frase é tão misterioso, quanto
polêmico. Afinal, quanto consome um piso
aquecido elétrico?

Como exemplo um banheiro típico de
até 3,5m²: consome, em média, R$ 20,00
por mês, já considerado um valor de kWh
elevado.

Simples assim? Nem tanto. Para calcular o
consumo de um sistema de piso aquecido
de forma precisa é necessário avaliar todo
o projeto. O que pode e deve ser feito é
se pautar no modelo ideal de sistema e
aproximar seu sistema dele

Um modelo ideal de piso aquecido pode
consumir até R$ 0,03/m².h (três centavos
por metro quadrado por hora), algo em
torno de 30 a 40 Watts/m².h .

No modelo ideal, um ambiente de 10 metros
quadrados pode consumir, se usado 6
horas por dia, 20 dias por mês, R$ 36,00/
mês (trinta e seis reais por mês).

E qual o modelo ideal?

Para definir o modelo ideal de piso
aquecido é importante entender como
funciona um sistema. De forma simples,
semelhante a outros sistemas elétricos,
o piso aquecido eleva a temperatura do
ambiente até a temperatura desejada.
Após atingir a temperatura desejada, o
sistema entra em um ciclo de liga/desliga
para compensar as perdas de calor.

Esse ciclo de liga/desliga está ligado às
perdas de calor do ambiente. E as perdas
vêm de duas fontes principais:

a) Para a laje: o calor perdido em direção
oposta ao piso;

b) Para o ambiente: o calor é perdido pelas
paredes, janelas e portas.

Para entender melhor a relação piso
aquecido consumo de energia, é
importante entender que, se o projeto já
estiver finalizado, o primeiro item podemos
controlar, já o segundo depende do usuário.
Vamos entender abaixo o que pode
influenciar ambos os itens.

Qual o consumo de energia do Piso Aquecido

Piso aquecido consumo de energia na
mesma frase é tão misterioso, quanto
polêmico. Afinal, quanto consome um piso
aquecido elétrico?

Como exemplo um banheiro típico de
até 3,5m²: consome, em média, R$ 20,00
por mês, já considerado um valor de kWh
elevado.

Simples assim? Nem tanto. Para calcular o
consumo de um sistema de piso aquecido
de forma precisa é necessário avaliar todo
o projeto. O que pode e deve ser feito é
se pautar no modelo ideal de sistema e
aproximar seu sistema dele

Um modelo ideal de piso aquecido pode
consumir até R$ 0,03/m².h (três centavos
por metro quadrado por hora), algo em
torno de 30 a 40 Watts/m².h .

No modelo ideal, um ambiente de 10 metros
quadrados pode consumir, se usado 6
horas por dia, 20 dias por mês, R$ 36,00/
mês (trinta e seis reais por mês).

E qual o modelo ideal?

Para definir o modelo ideal de piso
aquecido é importante entender como
funciona um sistema. De forma simples,
semelhante a outros sistemas elétricos,
o piso aquecido eleva a temperatura do
ambiente até a temperatura desejada.
Após atingir a temperatura desejada, o
sistema entra em um ciclo de liga/desliga
para compensar as perdas de calor.

Esse ciclo de liga/desliga está ligado às
perdas de calor do ambiente. E as perdas
vêm de duas fontes principais:

a) Para a laje: o calor perdido em direção
oposta ao piso;

b) Para o ambiente: o calor é perdido pelas
paredes, janelas e portas.

Para entender melhor a relação piso
aquecido consumo de energia, é
importante entender que, se o projeto já
estiver finalizado, o primeiro item podemos
controlar, já o segundo depende do usuário.
Vamos entender abaixo o que pode
influenciar ambos os itens.

Isolamento do Piso

Quando falamos de isolamento temos que
tomar certo cuidado. É comum encontrar
soluções de isolamento de baixíssima
eficiência ou de eficiência não comprovada.
Um bom isolante precisa barrar o calor
descendente. Soluções comuns e eficientes
são o XPS, o EPS de alta densidade e o EPE.

O resultado da escolha incorreta de
soluções isolantes é um só: prejuízo.

Para o sistema ideal, o primeiro item
considera o EPS, o XPS ou o EPE de
espessura mínima de 10 mm.

Tipos de sistema

O tipo de sistema escolhido faz toda a
diferença na hora de calcular o consumo.
Abaixo os dois sistemas disponíveis no
mercado:

a) acumulação: instalado entre a laje e o
contrapiso. Apresenta resposta lenta no
aquecimento e exige um material isolante
com maior resistente que para o sistema de
superfície. Ideal para projetos especiais;

b) superfície: instalado entre o contrapiso
e o piso. Apresenta resposta rápida e exige
materiais isolante de menor espessura,
ideal para a maioria dos projetos. Possui o
menor consumo dentre os dois.

Para o sistema ideal, o segundo item
considera o sistema de superfície.

Isolamento do Piso

Quando falamos de isolamento temos que
tomar certo cuidado. É comum encontrar
soluções de isolamento de baixíssima
eficiência ou de eficiência não comprovada.
Um bom isolante precisa barrar o calor
descendente. Soluções comuns e eficientes
são o XPS, o EPS de alta densidade e o EPE.

O resultado da escolha incorreta de
soluções isolantes é um só: prejuízo.

Para o sistema ideal, o primeiro item
considera o EPS, o XPS ou o EPE de
espessura mínima de 10 mm.

Tipos de sistema

O tipo de sistema escolhido faz toda a
diferença na hora de calcular o consumo.
Abaixo os dois sistemas disponíveis no
mercado:

a) acumulação: instalado entre a laje e o
contrapiso. Apresenta resposta lenta no
aquecimento e exige um material isolante
com maior resistente que para o sistema de
superfície. Ideal para projetos especiais;

b) superfície: instalado entre o contrapiso
e o piso. Apresenta resposta rápida e exige
materiais isolante de menor espessura,
ideal para a maioria dos projetos. Possui o
menor consumo dentre os dois.

Para o sistema ideal, o segundo item
considera o sistema de superfície.

O termostato

O termostato é o aparelho que controla
todas as funções de seu sistema de piso
aquecido, tudo regulado pela temperatura
e programação (se for programável). Em
um sistema de piso aquecido consumo
de energia e precisão no controle são
proporcionais. Prefira termostatos
eletrônicos, podem reduzir o consumo em
mais de 25%.
Para o sistema ideal, o terceiro item
considera o termostato eletrônico
analógico ou programável.

Uso inteligente

Parece incoerente citar piso aquecido
consumo de energia e não pensar na
forma de uso do sistema. Não deixe janelas
e portas abertas. Procure escolher a
temperatura que melhor se adequa a você
e não aumente além disso. Muitas pessoas
acreditam que fazendo isso aumentarão a
velocidade do sistema. Não, definitivamente
não!

Para o sistema ideal, o último item
considera uma temperatura de piso de
25°C, com janelas e portas fechadas.

O termostato

O termostato é o aparelho que controla
todas as funções de seu sistema de piso
aquecido, tudo regulado pela temperatura
e programação (se for programável). Em
um sistema de piso aquecido consumo
de energia e precisão no controle são
proporcionais. Prefira termostatos
eletrônicos, podem reduzir o consumo em
mais de 25%.
Para o sistema ideal, o terceiro item
considera o termostato eletrônico
analógico ou programável.

Uso inteligente

Parece incoerente citar piso aquecido
consumo de energia e não pensar na
forma de uso do sistema. Não deixe janelas
e portas abertas. Procure escolher a
temperatura que melhor se adequa a você
e não aumente além disso. Muitas pessoas
acreditam que fazendo isso aumentarão a
velocidade do sistema. Não, definitivamente
não!

Para o sistema ideal, o último item
considera uma temperatura de piso de
25°C, com janelas e portas fechadas.